Entenda as funções da testosterona no organismo feminino

A testosterona é conhecida popularmente como o hormônio masculino, porém ela também está presente no organismo feminino, só que em pequenas quantidades e com o objetivo de realizar funções muito importantes para a saúde das mulheres.

Mulheres jovens saudáveis produzem cerca de 250 mcg de testosterona por dia, dos quais cerca da metade é derivado dos ovários e metade das glândulas supra-renais. “Entre suas funções estão a de ajudar no aumento de massa muscular, disposição física, melhorar a libido sexual, ajudar no emagrecimento, auxiliar com efeito cardioprotetor e até elevar a capacidade de memória.

Entretanto, vale lembrar que a testosterona precisa ser produzida pelos ovários em níveis equilibrados, já que a sua falta, que pode ser causada por medicações, má alimentação, sedentarismo e algumas doenças, podem causar prejuízos a saúde da mulher. No caso oposto, quando há excesso do hormônio, também pode ser prejudicial ao corpo feminino e apresentar outros sintomas, como alterações na menstruação, aparecimento de acne, alteração da voz, aumento de pelos no corpo e queda de cabelo.

Por isso, caso seja percebido algum desses sinais durante sua rotina, o ideal é procurar um especialista para realizar uma avaliação. “O diagnóstico é realizado por meio da análise das queixas clínicas e exames laboratoriais que avaliam a quantidade do hormônio no organismo. Já o tratamento varia desde medicações em forma de adesivos, géis, injeções e até mudanças no hábito de vida.

A gravidez de gêmeos exige cuidados extras

A gravidez de gêmeos exige cuidados extras

São Paulo, 1 de junho – Estar grávida de gêmeos é alegria em dobro e os cuidados também passam a ser maiores. Segundo a ginecologista e obstetra, Maria Elisa Noriler, algumas patologias têm mais chances de se desenvolver nesse tipo de gravidez, tais como: hipertensão induzida pela gestação, diabetes gestacional, parto prematuro e transfusão feto-fetal (desequilíbrio no fluxo de sangue entre os dois bebês, onde um recebe mais do que o outro dentro da placenta).

Read more

Perigosa combinação: cigarro e anticoncepcional

Perigosa combinação: cigarro e anticoncepcional

Dia 31 de maio é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Fumo e neste dia é importante alertar para uma perigosa e silenciosa combinação: cigarro e pílula anticoncepcional. O cigarro, individualmente, já traz diversos problemas de saúde, principalmente os ligados ao coração e à circulação do sangue pelo corpo. Para as mulheres, ser fumante e tomar pílula anticoncepcional podem levar a graves problemas de saúde, tais como a trombose, infarto, AVC e derrame. Segundo a ginecologista e obstetra, Maria Elisa Noriler, há um aumento em até 30 vezes de desenvolver trombose, por exemplo. “O uso do anticoncepcional ativa alguns fatores da coagulação e uso do cigarro por causa de várias substâncias tóxicas, que vão se depositando na parede dos vasos e formando placas rígidas de ateroma (uma formação composta de gordura, células inflamatórias e cálcio, que podem estreitar a passagem do sangue)”, explica.

Read more